domingo, 27 de novembro de 2011

Ações X Palavras

Este post é um pouco diferente dos que eu costumo publicar, trata de uma questão básica, porém complexa. O que a ação e o verbo tem de tão diferentes? Falar também não é uma ação? 

Complicado não? As ações, ou seja, os nossos atos, determinam os resultados. As palavras podem, em ocasiões especiais, provocar as ações, mas geralmente participam de um tempo anterior e posterior ao ato concreto, ou melhor, a ação no tempo e espaço.

Eu posso pensar em plantar algo no meu jardim, posso até comunicar essa vontade a alguém, no entanto, somente a ação de plantar de fato algo no meu jardim é que vai concretizar esse pensamento ou desejo/ideia de plantar.

Não espere por nada e por ninguém para fazer algo que você considere importante, não repasse essa responsabilidade para os outros. Existem coisas que somente nós podemos dar a nós mesmos, e estas coisas são muito importantes.

Posso dar uma dica? Então, as coisas mais importantes pra você devem ser possíveis, devem depender apenas de você. Pense no que você pode fazer, encontre uma maneira de realizar isso sem precisar dos outros, se possível, e vá em frente.

Para ilustrar melhor o que quero dizer, enfim, complementar a ideia, eu chamo aqui um clipe de uma banda da década de 80, Os Engenheiros do Hawai". Somos o que podemos ser.



Nenhum comentário:

Postar um comentário