domingo, 14 de outubro de 2012

A Cidade precisa de um jornal próprio, urgente!

Depois de quase cinco anos na cidade do Carmo acredito que um jornal sério, feito por pessoas sérias, faria um grande serviço à cidade. Eu tenho um portal registrado e penso realmente em publicar um semanário online da cidade.

Porque faria isso?

Por vários motivos. Precisamos de um informe, um jornal que tenha a agenda da cidade, telefones de fornecedores de serviços, profissionais liberais e principalmente para minimizar uma prática infantil de algumas pessoas: A fofoca!

Um psicanalista sofre por aqui, apesar de ter um monte de gente precisando se cuidar e se curar, o divã da cidade é o botequim. É no botequim que as pessoas perdem a linha, para não dizer de outras coisas que acabam perdendo, prefiro não entrar nos detalhes. Depois de 5 cervejas algumas pessoas daqui assumem as personalidades típicas de um hospício: Napoleão, Baco, Apolo, Xerife, Deus ...


Ou a do artista magistral que faz tudo e é cheio de ideias! Que fala o que quer e ninguém toma uma atitude, que inventa mentiras sobre a vida das pessoas mas não é capaz de criar uma obra de arte!

Falta mais maturidade e responsabilidade por parte de algumas pessoas; representar um grupo de pessoas ou uma instituição é algo muito sério. Levar acusações falsas ao ministério público é no mínimo uma ação que não corresponde aos princípios cristãos.

Mateus 10, do versículo 1 ao 36, com o destaque ao seguinte:

26 - "Mas não tenham medo daqueles que ameaçam vocês. Porque está chegando à hora em que a verdade será revelada: os golpes secretos deles se tornarão informação pública".

Como você consegue tomar a santa ceia depois de detonar o seu próprio irmão/irmã?


Como alguém consegue dormir depois de encaminhar uma falsa denúncia ao ministério público onde a base das acusações são bullying (é assim que se escreve, volte a estudar), assédio sexual e abuso sexual? Como uma escola de peso na cidade permite uma ação irresponsável como essa?

Vergonha, vergonha para todos nós. Não merecemos esse tipo de prática covarde! Uma escola é maior que o ego de alguns profissionais!

Ocupar o poder público, utilizando de suas posições nas escolas e nas instituições que tem como objetivo a segurança da cidade, com falsas denúncias, dor de cotovelo e perseguição é uma prática que deve ser execrada.

EXECRADA!

Não será uma meia dúzia de irresponsáveis que impedirão as pessoas do bem galgarem e se apossarem das suas conquistas. Não serão as mentiras movidas pela inveja que farão as pessoas de bem perderem as suas bênçãos. Para os que plantam o mal:

VÃO COLHER O QUE ANDARAM PLANTANDO!






Nenhum comentário:

Postar um comentário