sábado, 17 de novembro de 2012

Exercitando o ponto de vista...

Aqui é um lugar único, Carmo é mágico, pois com a força que ele condena em dobro ele perdoa. Fico lendo uns troços ai que só a misericórdia de Deus para entender. O sujeito nem sentou na cadeira e já tem gente dividindo as secretarias do município...


Vamos exercitar o ponto de vista, o que você está vendo? Sério, vamos lá, o que é que você está vendo na imagem acima? Um cone em pé e dois tombados concorda? Essa é a situação do que caiu do apontador.

Os dias vão passando e nada ainda se confirma, nenhuma notícia que possa resolver as ansiedades locais, a espera continua e de fato o voto ainda não se confirmou. O voto? É... o voto de fé por dias melhores, afinal estamos na cidade bela e os números das urnas mostraram algo muito feio: Farinha pouca o meu pirão primeiro!


Continuemos a exercitar o nosso ponto de vista, o que você vê nessa imagem ai de cima? Continua vendo um cone de pé e dois tombados, só que desse ângulo nós podemos ver toda... É, podemos ver que o negócio tá feio mesmo. Imagina que já tem gente querendo criar um novo cargo no município, um cargo inútil.

Mas dezembro se aproxima e o fim do ano, com os outros fins, virá, nesse mês tudo se encerra e as ansiedades por dias melhores também. Mas o que eu estou querendo dizer com essas palavras meta-eufóricas e imagens inusitadas? Nada! Não há nada para se dizer, se não estar atento e ficar vendo tudo do seu ponto de vista.


Então para terminar o exercício, o que você está vendo nessa última imagem? O mesmo não é? Só tem uma pequena diferença, os dois cones caídos estão ao lado do que está de pé. Traduzindo: Temos um grande zero à esquerda e um pequeno zero à direita.

Depois de ler as lambanças, que fizeram durante a campanha de 2012, no site do TSE, eu só posso concluir que a educação precisa fazer a diferença por aqui, quanto mais você sabe menos você entende. Como alguém que se diz inteligente pode estar cercado de pessoas inúteis? E como um inútil pode estar cercados de tantas pessoas aparentemente lúcidas?



Nenhum comentário:

Postar um comentário