sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Hora de parar Adriano, para de se matar!

Alguns alunos podem achar estranho o título do "post", afinal o Prof. Eduardo não é Flamenguista. Então por que ele estaria preocupado com o atacante Adriano que já jogou pela seleção brasileira? Pelo simples fato do Adriano ser uma pessoa pública, e que está em evidência (ruim), e que muitos alunos se espelham nele. Adriano muito provavelmente sofre de uma doença que não tem cura, o alcoolismo.



Torcedor rubro-negro, o escritor Ruy Castro acredita que, possivelmente, o jogador pode não controlar mais seus atos.
- Talvez o Adriano não tenha completo domínio sobre a história dele, sobre os atos dele. Talvez essa capacidade de decidir sobre o comportamento já esteja fora dele. Pode ser algo orgânico, e não mental. E nesse caso, precisaria de ajuda externa. Ele não precisa de psicólogos, ele precisa de uma ajuda técnica, ajuda profissional. Os únicos que entendem sobre esse assunto, alcoolismo, (...) (são) terapeutas especializados em alcoolismo - disse o escritor, no "Redação SporTV".


A doença mata aos poucos, ela vai tirando tudo da pessoa. O alcoolismo não perdoa o seu dependente, e quando a pessoa que tem esse problema consegue estacionar a doença a sociedade trata de fazer a sua parte, apontando e massacrando por não entender que o álcool é droga lícita e pode causar dependência. Então o que você está esperando? Vai julgar o Adriano ou orar para que ele possa ser internado? Eu torço para que ele vença essa partida e evite o primeiro gole, para que ele passe a ser exemplo como o Casagrande é.


Eu faço um apelo para todos os que realmente se importam na pessoa que o Adriano é, não julguem, ao invés disso, façam uma oração para que ele vença e volte a brilhar nos campos de futebol. E que ele seja um exemplo e possa falar como muitos que já passaram por isso, que ele possa dizer que venceu o álcool e continuar vencendo na vida.

Força Adriano, você consegue, com a ajuda de Deus!






Nenhum comentário:

Postar um comentário