terça-feira, 25 de junho de 2013

Fazendo junto o Teatro na Escola

É de costume, nós professores assoberbados, levarmos para a sala de aula um planejamento "fechado", programado e as vezes engessado. Mas nem tudo é "Vale a pena ver de Novo", e quando o aluno participa da aula as coisas mudam de figura. É o caso do texto que segue abaixo, feito por alunos (com a mediação do professor) e para alunos.


Esse texto foi desenvolvido durante as aulas de Artes do 9° ano da Escola Estadual Francisco Varella, seu objetivo é de contemplar a semana de artes com uma peça cujo o tema transversal - Gravidez Precoce e Drogas - fosse abordado.


As vezes a vida parece uma festa


Hilary está no centro do palco, uma única luz ilumina-a. Ela avança até bem perto do público e se apresenta.

Hilary: “Prazer! Chamo-me Hilary, tenho 15 anos e como vocês podem ver sou morena, tenho cabelos longos e adoro sair para me divertir”.

(pausa)

Ruan passa atravessando a boca de cena, para,  e faz um comentário.

Ruan: Mas ela namora um cara que não vale nada! Não quer nada… Não, não. Pera ai! Ele quer sim, ele quer é…

Hilary fica sem graça.

Hilary: Ele bem que queria, mas não conseguiu.

Duas pessoas se aproximam, uma de cada lado, e as três falam ao mesmo tempo.

Hilary, Cintia e Selena: “Mamãe disse que só depois do casamento!”

Ruan passa pela frente da boca de cena , agora no sentido contrário, e comenta.

Ruan: E ele lá queria casar?

Ruan sai de cena, e as outras três ficam conversando em um dos lados do palco, nesse meio tempo entra uma pessoa, bem arrumada e produzida, e fala sobre a gravidez precoce. É sugerido um texto pequeno, que dure no máximo um minuto.

TEXTO SUGERIDO

Adolescência, um período de dúvidas, incertezas e descobertas. Uma gravidez indesejada ou doença sexualmente transmissível nem passa pela cabeça de grande parte dos jovens - mas é fundamental alertá-los para estas situações, que podem, sim, acontecer com qualquer um. Afinal, um futuro promissor inclui não se arriscar a ter um filho sem planejamento
.
http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/gravidez-adolescencia-como-evitar-629824.shtml

Hilary: Gente, esse problema de gravidez precoce, graças a Deus, eu nunca tive, mas em compensação, tenho duas amigas que são louquinhas.

Ruan passa novamente, agora em outro sentido e comenta.

Ruan: Loucas? Bota louca nisso, principalmente quando elas bebem.

Hilary: Há! Elas nem bebem tanto assim!

Nesse momento, três amigas de Hilary se aproximam com bebidas e drogas. Elas estão com o comportamento alterado e querem levar a Hilary para uma festa.

Cintia: E ai amiga? Vamos para uma festinha? Mulher entra de graça até as 11 e os homens tão pagando tudo pra nós.

Selena: Hi! Tá louca e?

Patricia: Tá doida é?

As três juntas: Tá chapada, tá doidona tá doidona…

Selena pega a garrafa de Cintia e fala.

Selena: O que você tem ai? Deixa-me ver!

Selena pega a garrafa e tenta ler o rótulo

Selena: Hi! Mas essa bebida ai é ruim demais!

Patrícia: Ruim nada! Isso ai é uma droga!

As quatro meninas vão para um lado do palco, nesse momento entra outra pessoa, bem produzida, e fala sobre drogas lícitas e ilícitas.

Texto Sugerido
Drogas lícitas são aquelas permitidas por lei, as quais são compradas praticamente de maneira livre, e seu comércio é legal como, por exemplo, medicamentos em geral, álcool e o cigarro, energéticos, café, refrigerantes se ingeridas em grande quantidade podem causar uma leve dependência e problemas de saúde futuros. Drogas ilícitas   exemplos: maconha, a cocaína, o ecstasy, o crack, a heroína, etc. são aquelas cuja comercialização é proibida pela justiça, estas também são conhecidas como “drogas pesadas” e causam forte dependência.
http://www.infoescola.com/drogas/drogas-licitas-e-ilicitas/

Logo depois do texto, Ruam entra em cena e chama as meninas.

Ruan: E ai? Partiu? Hora da festa.

Ruan sai com as quatro amigas e Hilary toma posição no centro, como no início.

Hilary: Falar em público é difícil né, principalmente quando se fala de problemas. Mas existe uma maneira fácil de falar! Uma maneira aonde todos podem falar e transmitir uma mensagem positiva.

Todos entram em cena formando linha. Eles falam a seguinte frase, um de cada vez e em ordem.

Todos: Nós somos o 9° ano da Escola Estadual Francisco Varella.

Espero que gostem, na verdade o texto está aberto para vocês acrescentarem o que quiserem. Fui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário