terça-feira, 3 de setembro de 2013

Gravura com isopor - Oficina

A galera não desanima nunca, eles não se importam se o material é o mais adequado para o aprendizado da técnica da Gravura, simplesmente fazem as atividades e se empenham ao máximo. Na verdade não é a primeira vez que eles trabalham com esse material, já conhecem as limitações do isopor, do "gouache" (guache) e do papel 75 gr.









Entender que na gravura a imagem se forma a partir de uma matriz, e que a matriz pode ser qualquer superfície capaz ser riscada, e ainda, que os desenhos devem ser realizados de maneira espelhada, é o que realmente vale nessa atividade. Mas acredito que no ano que vem estaremos trabalhando com o MDF, que é um substituto da madeira. 
Os trabalhos acima são da turma do 8º ano da Escola Rogelma, referência em educação no município do Carmo. Parabéns galera, vocês são 10!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário