quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Trabalhando a COR

A cor foi liberta com os impressionistas, eles entenderam (a mais de 100 anos atrás...) que o ato de desenhar copiando aquilo que se vê não fazia mais sentido, afinal a fotografia já era uma realidade e sua popularização uma questão de tempo.

Eles foram para as ruas perceber a cor, foram libertá-la do desenho. E conseguiram, hoje o gosto pela cor e suas aplicação terapêuticas (cromoterapia) já são muito comuns, principalmente nos grandes centros. A arte abstrata ou decorativa tem o seu público, e negar a sua importância é... deixa pra lá.

A atividade desse mês é entender a simplicidade da cor, como ela age em nossos códigos e como damos importância a ela. As vezes a usamos para criar relações verticais, muitos ainda são muito preconceituosos.

E para fazermos uma reflexão sobre cor, nossa atividade será pintar os negros famosos, tanto do Brasil como do mundo, com todas as cores. Todas as cores para os nossos ídolos negros!




Anderson Silva, o "Spider".

Nenhum comentário:

Postar um comentário