domingo, 9 de fevereiro de 2014

Começando pelo começo...

Início de ano letivo, o corpo reclama do horário, a jornada é dura, duas ou três escolas no mesmo dia e seguimos na educação. Seguimos adiante, começamos o ano discutindo e tentando definir o que é Arte no início do 3º milênio.

Arte, diferente do artesanato, tem uma função? Mas... se a arte não pode ter uma função, ela não acaba de ter uma? A função de não ter função? Bom, ninguém precisa ficar maluco para responder uma pergunta como essa, vamos ver uma imagem:


Fiz essa foto na semana passada, o que você vê? 
Você pode responder assim: "Ora ora, são dois cavaletes, só isso!"

Dois cavaletes, um sobre o outro. Aqui ambos perderam a função, não sustentam nada plano e muito menos estão obstruindo a passagem por conta de uma obra. São objetos comuns numa situação inusitada. Imagine um título, imagine que poderia ter uma placa abaixo dos dois cavaletes com a seguinte frase: "E assim caminha a humanidade". O que você poderia entender? E agora? 

Arte é isso ai, ela está na maneira de se ver o mundo, e se você vê o mundo sempre da mesma maneira nunca conseguirá entender o conceito.

O ano começa promissor, novos horizontes se abrem para todos e os que estão ligados e antenados nas mudanças não vão perder o bonde da Arte. Novas janelas permitem um novo olhar, novas janelas exibem o mundo de maneira diferente, novas janelas estão aberta bem aqui, no Carmo.


E nesse eterno recomeço uma boa surpresa! Estar lecionando nas turmas do 6º ano nas escolas da cidade é um presente, eles são incríveis e surpreendentes. Destaque da semana passada, João Vitor Leal Machareth, terminou o exercício em tempo recorde. Parabéns!







Nenhum comentário:

Postar um comentário